Redação

Banner Redação
 

OBJETIVO DO PROGRAMA DE REDAÇÃO DO NOTRE DAME

O Programa de Produção Escrita (Redação) desenvolvido no Colégio Notre Dame objetiva habilitar o aluno a ser um produtor de textos, de forma criativa (fluência e variedade de idéias inovadoras), consciente da sua capacidade de escrita, crítico e com um ótimo padrão de desempenho, conforme as regras da língua de prestígio.

NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Young schoolboy does some notes with pen on the sheet of paperO início do Programa de Produção Escrita (Redação) se dá ainda na Educação Infantil quando os alunos participam de atividades significativas de vivência, de atividades planejadas de ativação da sensorialidade e expressam, oralmente, as experiências concretas. Nesses momentos, o registro escrito é realizado pela professora de sala e exposto em painéis para que todos apreendam as ideias e as fontes delas – autores e contextos de ocorrências (são palavras, sentenças, pequenos textos, etc).

O trabalho do professor é fundamental para a estimulação das ideias, a vivência de atividades variadas
e do aproveitamento das ideias, registrando fielmente o que os alunos produzem. Os professores do Notre Dame
estão capacitadas para esse trabalho.

 

NO ENSINO FUNDAMENTAL DO 1º AO 5º ANO

A leitura oral pelos autores possibilita a troca de ideias, a ampliação do universo vocabular, a construção de novas sentenças e de novos textos.
A compreensão das diversas funções da linguagem se dá na experiência de cada um, como sujeito ativo do processo.

 

Nas séries iniciais do Ensino Fundamental, o processo se repete, estimulando o surgimento de textos livres. Dessa
vez, o registro é feito pelo próprio aluno.
A leitura oral pelos autores possibilita a troca de ideias, a ampliação do universo vocabular, a construção
de novas sentenças e de novos textos. A correção na comparação e no contexto vivo de significação
fazem surgir os mais variados textos que vão sendo burilados ao longo do ano e incorporados como marca de
vida. A compreensão das diversas funções da linguagem se dá na experiência de cada um, como sujeito ativo do processo. Os professores são na sua maioria Licenciados em Letras e qualificados para esse tipo de condução metodológica, garantindo um trabalho eficiente e frutificador.

 

 

NO ENSINO FUNDAMENTAL DO 6 ª AO 9º ANO

130317 keep learning
Nas séries de 6º ao 9º, do Ensino Fundamental, a estimulação à produção é a fase primeira do processo criativo. Filmes, jogos, análise de gravuras, aulas-passeio, leitura de textos, observações, simulações, dramatizações,
são algumas das atividades prévias à geração de ideias. A partir delas, há a verbalização oral, o posicionamento e só então o registro primeiro das ideias, sem a preocupação, ainda, em ser um texto definitivo. Após a escrita,
inicia-se o processo de aperfeiçoamento em que o leitor/ escritor faz a modificação adequada dando forma e conteúdo ao seu texto. São cortes e recortes que melhoram a qualidade do texto. Só após essa fase, o texto é escrito em definitivo (na ótica principalmente do próprio “escritor”), observando aspectos estéticos, ortográficos, sintáticos, morfológicos, semânticos, etc.

Do 7º ao 0º ano, há uma preocupação intencional na produção de textos descritivos, narrativos e dissertativos.

 

ESPECIFICIDADE DO 7º ANO

No 7º ano, os alunos descrevem objetos, seres, paisagens, ambientes, cenas e procedimentos técnicos (receitas, regras de jogos, de montagem e outros). São desenvolvidas atividades diversas que os encaminham naturalmente à descrição.

Todos passam a descrever por escrito, como já fazem oralmente pela exigência do cotidiano. Com prazer, vão fotografando com palavras o que observam e analisam.